EVOLUÇÃO FUNCIONAL 2013
Lei nº 3117/11 – Quadro Geral   |  Lei nº 3118/11 – Magistério  |   Lei nº 3119/11 – GMC


MANUAL
Clique no icone abaixo, escolha a versão, e veja um resumo do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos.

Orientações para consulta:

1 - Verifique a média final em Classificação Geral







2 – Relação dos Habilitados à concorrerem a
progressão.

Obs: O servidor poderá concorrer aos dois tipos
de progressão (vertical e horizontal), sendo que
só se beneficiará de uma delas.










3 - Verifique a Classificação Final

 

 
CLASSIFICAÇÃO GERAL

Classificação dos servidores participantes no processo de Avaliação de Desempenho. Classificação Geral
HABILITADOS

Os servidores habilitados a concorrer à Progressão Funcional 2013, são aqueles que apresentaram dois desempenhos superiores à média do Grupo Ocupacional a que pertencem, nas condições abaixo:

PROGRESSÃO VERTICAL - Participantes habilitados mediante Avaliação Periódica de Desempenho e cursos de qualificação. (clique aqui – P.V.)

PROGRESSÃO HORIZONTAL – Participantes habilitados mediante Avaliação Periódica de Desempenho. (clique aqui – P.H.)
CLASSIFICAÇÃO FINAL

Classificação dos servidores contemplados para Evolução Funcional.
Progressão Vertical | Progressão Horizontal
RECURSO - Decreto 3402/12
Art. 17. A partir da data de publicação das listas, o servidor terá 10 (dez) dias corridos, para protocolizar recurso, diretamente no Setor de Avaliação de Desempenho.

Art. 18. O servidor poderá recorrer:
I - quando a Avaliação Periódica de Desempenho não tiver sido executada na forma prevista no regulamento, quando for manifestamente injusta ou baseada em fatos comprovadamente inverídicos;
II - por descontos de faltas e/ou atrasos lançados indevidamente.

Art. 19. Será indeferido o recurso:
I - intempestivo;
II - infundado ou sem comprovação.

Setor de Avaliação de Desempenho
Rua Profª Ermelinda Teixeira, 105 – Jd. Benoá - Tel: 4154-4193